********************************* *******************************************

sábado, 6 de junho de 2009

Sustação de Protesto de duplicata simulada

CAUTELAR DE SUSTAÇÃO DE PROTESTO de duplicata por o título de crédito ser simulado.


 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE ....


 


 


 


 


 


 


 


 


 

.................................................. (qualificação), com sede na Rua .... nº ...., por seu advogado devidamente constituído, ut instrumento de mandato anexo, com escritório na Rua .... nº ...., onde recebe intimações para o foro em geral, respeitosamente, vem requerer


 

MEDIDA CAUTELAR DE SUSTAÇÃO DE PROTESTO


 

contra ........................................ (qualificação), com sede na Rua .... nº ...., com fundamento nos arts. 796 e seguintes do Código de Processo Civil, pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.


 


 

DOS FATOS


 

Em data de .... de .... de ...., por volta das .... horas, o ora requerente foi surpreendido com aviso do .... Ofício de Protesto de Títulos, onde era intimado, sob pena de protesto, para pagar o título de nº ...., no valor de R$ .... (doc. em anexo), referente à duplicata nº .... de emissão da requerida.


 

Referido título, por evidente, surpreendeu o requerente, tendo em vista não haver realizado nenhuma transação comercial com a requerida.


 

Assim sendo, ao alvedrio dos fatos e da lei das duplicatas, a requerida emitiu a cambial imaginosa aqui hostilizada, encontrando-se hoje no ....º Cartório para protesto.


 

Vale lembrar que, para emitir duplicata, seja de prestação de serviços ou de venda mercantil, em conformidade com a Lei nº 5474/68, faz-se impostergável a emissão de nota fiscal e de pedido, que são procedimentos contábeis e comerciais que servem de supedâneo para lastrear a emissão de duplicata propriamente dita.


 

Não apresenta, também, a requerida, o canhoto comprovante de entrega de mercadorias, de recebimento pelos serviços prestados, enfim, nada que comprove o débito.


 

Temos, pois, vulnerada a legislação pertinente á matéria..


 


 

DO DIREITO


 

A presente ação é prevista no Código de Processo Civil em seu art. 798 e autoriza o magistrado a determinar medidas provisórias que julgar adequadas, sempre que demonstrado o receio de lesão grave e de difícil reparação. Dentre tais medidas ditas inominadas, figura a sustação de protesto de títulos. Sabe-se dos efeitos deletéreos que são causados por um protesto de título. O contra protesto não tem força de impedí-lo. Portanto, outra alternativa não resta à parte ameaçada por protestos ilegais, senão a sustação judicial, de largo e difundido uso.


 


 

AÇÃO PRINCIPAL


 

Embora entendendo que a nova legislação permite a cautela e a conseqüente concessão da liminar diretamente na ação declaratória, o autor proporá, tempestivamente, AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO e a conseqüente ANULAÇÃO DE TÍTULO, cumulada com SUSTAÇÃO DEFINITIVA DE PROTESTO, quando provará que a requerida apontou para protesto título ilíquido, sem origem (duplicata simulada), dando ensejo também as perdas e danos, com base no art. 16 e segs. do Código de Processo Civil, com margens à presunção de pleito de má-fé.


 


 

DO PEDIDO


 

Requer digne-se Vossa excelência de acolher os termos desta, para deferir liminarmente e, inaudita altera pars, nos termos do previsto no art. 804 do Código de Processo Civil, determinando com a urgência que o caso requer, a sustação do protesto das referidas duplicatas.


 

Deferida a medida, seja oficiado ao ....º Cartório de Protesto de Títulos, comunicando a decisão de Vossa Excelência, autorizando o Sr. escrivão a efetuar tal comunicação por telefone, se a exigüidade de tempo não permitir tal expediente, o que se fará posteriormente, evitando-se com esta providência danos maiores ao autor.


 

Seja a requerida citada, na pessoa de seu representante legal, para contestar, se quiser, no prazo legal, sob pena de revelia.


 

Requer ainda a produção de prova testemunhal, juntada de documentos, depoimento pessoal do representante legal da requerida, sob pena de confesso, e a produção de perícia contábil se necessário.


 

Seja, no final, julgada procedente a presente medida cautelar, com a sustação definitiva do protesto e, via de conseqüência, condenada a requerida no pagamento das custas processuais e honorários advocatícios nos termos do art. 20 do Código de Processo Civil.


 


 

DA CAUÇÃO


 

Como caução o requerente oferece os bens constantes do documento nº ...., no valor total de R$ ....


 

Dá-se à causa o valor de R$ ....


 

Nestes Termos

Pede Deferimento.


 

...., .... de .... de ....


 

..................

Advogado OAB/...

--------------------------